Press Media

Chega ao mercado primeira criptomoeda verde regulada

A AMAcoin (Amazonians Green Coin), primeira criptomoeda verde regulada do mundo, começa a ser vendida globalmente em 1º de novembro, quando terá venda privada para investidores. Em dezembro 2019 e janeiro 2020, será a vez da venda pré-ICO (pre-Initial Coin Offering). Entre fevereiro e abril de 2020, a moeda estará à venda para o público em geral por meio de corretoras internacionais (initial exchange offering). O objetivo é financiar projetos de desenvolvimento sustentável na Amazônia focados no combate ao desmatamento, pobreza, aquecimento global e poluição.

Chega ao mercado primeira criptomoeda verde regulada

A AMAcoin (Amazonians Green Coin), primeira criptomoeda verde regulada do mundo, começa a ser vendida globalmente em 1º de novembro, quando terá venda privada para investidores. Em dezembro 2019 e janeiro 2020, será a vez da venda pré-ICO (pre-Initial Coin Offering). Entre fevereiro e abril de 2020, a moeda estará à venda para o público em geral por meio de corretoras internacionais (initial exchange offering). O objetivo é financiar projetos de desenvolvimento sustentável na Amazônia focados no combate ao desmatamento, pobreza, aquecimento global e poluição.

Chega ao mercado primeira criptomoeda verde regulada

A AMAcoin (Amazonians Green Coin), primeira criptomoeda verde regulada, começa a ser vendida globalmente em 1º de novembro, quando será oferecida para investidores privados. Em dezembro 2019 e janeiro 2020, será a vez da venda pré-ICO (pre-Initial Coin Offering). Entre fevereiro e abril de 2020, a moeda estará à venda para o público em geral por meio de corretoras internacionais (initial exchange offering). O objetivo é financiar projetos de desenvolvimento sustentável na Amazônia focados no combate ao desmatamento, pobreza, aquecimento global e poluição.

Empresas querem reduzir queimadas na Amazônia com criptomoedas e contratos inteligentes

A crescente onda de queimadas na Amazônia impulsionou uma onda internacional de protestos, preocupações de líderes internacionais que debateram o tema na reunião do G7. A comunidade de criptomoedas não ficou de fora e recentemente a Empresa Brasileira de Conservação de Florestas (EBFC) decidiu lançar a AMAcoin, que será lançada na Bolsa de Nova York na próxima semana.

Criptomoeda Amacoin, com lastro em florestas, será apresentada na bolsa de NY

No momento em que a Amazônia está nos holofotes em todo o mundo, a Empresa Brasileira de Conservação de Florestas (EBCF) lança, na próxima semana, a criptomoeda AMACOIN. Para isso, os executivos Leonardo Barrionuevo, presidente,e Nilton Constantino, responsável pela área de finanças, irão à bolsa de Nova York, para apresentar a novidade. Batizada de "The Amazonians GreenCoin", essa é a primeira green coin regulamentada do mundo e não necessita, ainda, de mineração. O cronograma prevê a pré-venda em dezembro e distribuição a partir de fevereiro do ano que vem. A ideia por trás da criptomoeda é ser um meio de pagamento de serviços ambientais, com o objetivo de suportar a preservação da floresta tropical.

Organización compra partes de la Amazonía para evitar deforestación

La organización "Empresa Brasileña de Conservación Forestal" está comprando regiones de Brasil para protegerlos de la deforestación

Chega ao mercado primeira criptomoeda verde regulada

A AMAcoin (Amazonians Green Coin), primeira criptomoeda verde regulada do mundo, começa a ser vendida globalmente em 1º de novembro, quando terá venda privada para investidores. Em dezembro 2019 e janeiro 2020, será a vez da venda pré-ICO (pre-Initial Coin Offering). Entre fevereiro e abril de 2020, a moeda estará à venda para o público em geral por meio de corretoras internacionais (initial exchange offering). O objetivo é financiar projetos de desenvolvimento sustentável na Amazônia focados no combate ao desmatamento, pobreza, aquecimento global e poluição.